Novidades sobre a versão brasileira do D&D

Neste final de semana ocorreu em São Paulo o Diversão Offline, um baita evento de RPG e jogos analógicos. Nele, a Galápagos Jogos apresentou algumas novidades bastante interessantes a respeito da vindoura linha do Dungeons & Dragons 5ª Edição para o Brasil.

Felizmente, nossos amigos do Blog Joga o D20 e do canal do Youtube Rei Grifo (e se você não acompanha eles, eu realmente recomendo que o faça) acompanharam as novidades e nos informaram. Segundo a palestra da Galápagos, o cronograma de lançamentos será mais ou menos assim:

Segundo semestre de 2019:

  • Kit Introdutório – tradução do Starter Set
  • Escudo do Mestre – ainda não foi divulgado qual versão do escudo do mestre que será lançada, a minha aposta é que será o primeiro mesmo, com a ilustração dos aventureiros contra o dragão caolho.
  • Os três básicos – Eles deverão ser lançados com o nome em inglês e um subtítulo em português (ex: Player’s Handbook – O Livro do Jogador) por conta de uma diretriz imposta pela Gale Force 9.

Segundo o tradutor do Dungeons & Dragons 5ª Edição, Pérsio Sposito, a previsão é que todos os lançamentos acima sejam feitos juntos.

O primeiro escudo do mestre do D&D 5ª Edição, a minha aposta do escudo que será lançado aqui.

Lançamentos Posteriores:

  • A Maldição de Strahd – tradução de The Curse of Strahd, talvez a aventura mais celebrada desta nova edição
  • Guia do Aventureiro para a Costa da Espada – tradução do Sword Coast Adventurer’s Guide

Possível capa e contracapa da Maldição de Strahd, a primeira campanha prevista para o D&D 5e no Brasil. Foto: Blog Joga o D20

Então? O que acham da ordem de lançamentos prevista para o Brasil? Eu achei a decisão bem legal, só sinto que seria legal jogar a Rise of Tiamat antes da Maldição de Strahd, para termos primeiro uma campanha mais “padrão”. Mas aí é mera preferência minha. E a sua preferência? Qual seria?

Cenário de D&D inspirado nos mitos gregos

“No início dos tempos, uma guerra entre os deuses e os Titãs mudou eternamente o mundo de Thylea. Milhares de anos depois, os primeiros mortais chegaram, trazidos por barcos e dragões. Os Lordes Dragões foram os campeões que derrotaram os titãs 500 anos atrás e forjaram o Voto de Paz. Mas o poder do Voto tem se perdido, e agora os titãs querem vingança. Você é um dos heróis profetizados para dar um fim ao conflito de uma vez por todas. Poetas cantarão sobre seus feitos por séculos… se você sobreviver.”

Os designers Jesse Sky e James Ohlen, ex-funcionários da Bioware (Baldur’s Gate I e II, Star Wars – Knight of the Old Republic), fundaram uma empresa chamada Arcanum’s World e lançaram uma campanha no Kickstarter para financiar um cenário de Dungeons & Dragons inspirado nos mitos helênicos chamado Odyssey of the Dragonlords. O livro promete ser um monstrão de 280 páginas e será co-publicado pela Modiphius (responsável pelo Conan RPG).

Imagens do Player’s Guide do Odyssey of the Dragon Lords.

Já é possível baixar gratuitamente o Player’s Guide, um livreto com tudo que é necessário para criar um herói no mundo de Thylea, inclusive como um centauro ou sátiro, bem como com um resumo do cenário. Os designers estão ainda recebendo as críticas a respeito do material e já revisaram o livreto com base nas opiniões recebidas.

Além disso, eles já lançaram um conto chamado “Dragon’s Wager“, por Drew Karpyshyn, que promete passar o clima geral do cenário.

Olha a arte interna dessa belezinha!

Você pode conferir a campanha deles no Kickstarter aqui.

Um ameaçador titã.